KNF para além das receitas

17/07/2020 5 minutos de leitura

Tem sido bastante popular entre cultivadores brasileiros interessados por cultivo orgânico o uso de algumas receitas KNF (Korean Natural Farming). Ao mesmo tempo que essa exposição das receitas é excelente tenho observado que grande parte dos interessados conhecem as receitas sem serem apresentados a filosofia por trás do sistema. O objetivo desse texto é mostrar KNF um pouco além das receitas e ajudar entusiastas do cultivo orgânico a ligar os pontos sobre o uso desse sistema.

O que é KNF (Korean Natural Farming)?

Um objeto visto isoladamente do todo não é o ser verdadeiro.

Masanobu Fukuoka em A Revolução de Uma Palha

KNF (Korean Natural Farming), pode ser traduzido como agricultura natural coreana, é um sistema de cultivo orgânico criado por Cho Han Kyu em 1965 na Coréia do Sul. Cho estudou o método de agricultura natural no Japão e ao retornar a Coréia somou esse conhecimento com técnicas tradicionais da agricultura coreana e técnicas de fermentação para desenvolver o sistema KNF. Ser um sistema significa que KNF é um conjunto de itens logicamente conectados a uma ideia.

A ideia principal por trás do KNF é reconhecer a abundância da Natureza e utiliza-la a nosso favor na agricultura. Isso acontece com o forte uso de microorganismos, no sistema KNF eles são o fundamento para fertilidade do solo, produtividade e saúde das plantas. O sistema apresenta uma série de técnicas que fazem a captura, cultivo, multiplicação e posterior inoculação de microorganismos nativos no solo a ser utilizado para cultivo. Para orientar o manejo das plantas KNF utiliza a teoria do ciclo nutritivo, ela identifica quais diferentes nutrientes devem ser disponibilizados para as plantas nas diferentes fases do ciclo de cultivo. Por fim uma série de receitas para produzir insumos que visam promover e fortalecer a atuação dos microorganismos, assim como atender a necessidades da teoria de ciclo nutritivo fecham o sistema.

KNF foi desenvolvido como uma alternativa a agricultura moderna que faz intensivo uso de fertilizantes e pesticidas. Tem como objetivo ser barata, sustentável, simples e produzir colheitas orgânicas de alta qualidade. Suas técnicas são simples e os insumos utilizados podem ser adaptados por alternativas locais. As técnicas KNF são capazes de regenerar solos pobres ou esgotados.

Microorganismos nativos

Como todo sistema de cultivo orgânico KNF faz uso de micoorganismos como base para fertilidade do solo e saúde das plantas. O sistema apresenta uma série de técnicas para captura e utilização de microorganismos nativos, em inglês indigenous microorganisms (IMO).

Na técnica IMO-1 o cultivador captura microorganismos nativos em diferentes pontos da região de cultivo utilizando uma “armadilha” de arroz cozido. O arroz colonizado com microorganismos é misturado em partes iguais com açúcar mascavo, isso faz com que os microorganismos entrem em estado de dormência. Essa mistura de arroz colonizado com açúcar é chamada de IMO-2. O IMO-2 diluído em água com outras entradas KNF é misturado com farelo de arroz, farelo de trigo ou outro meio propicio a ser colonizado pelos microorganismos. Essa mistura fermenta por alguns dias e é chamada IMO-3. Ela pode ser aplicada como cobertura de solo para melhorar e inocular a área de cultivo. Quando misturado em partes iguais com solo nativo e irrigado com outras entradas KNF o IMO-3 é chamado de IMO-4. O objetivo final é utilizar o IMO-4 como substrato de cultivo ou cobertura de solo para área a ser cultivada.

Receitas de suplementos orgânicos

As entradas KNF são suplementos naturais de baixo custo e fácil produção. Esses suplementos são utilizados de acordo com a teoria de ciclo nutritivo e servem para promover a vida dos microorganismos no solo assim como estimular o metabolismo e a saúde das plantas. Apesar da quantidade de acrônimos em inglês as receitas dessas entradas são baratas e simples de serem executadas.

Parte desses suplementos são resultado da fermentação de plantas, frutas e peixes com açúcar mascavo. São chamados de FPJ (fermented plant juice), FFJ (fermented fruit juice) e FAA (fish aminoacids). Essa fermentação gera uma calda rica em aminoácidos, enzinas, hormônios, nutrientes e minerais que servem para condicionar o solo e estimular as plantas.

O suplemento OHN (oriental herbal nutrient, nutriente de ervas orientais) utiliza alho, gengibre e canela para estimular a saúde da planta e afastar criaturas indesejadas. Utilizando água de arroz e leite o LABS (lactic acid bacteria serum, soro de bactérias ácido láticas) captura e multiplica bactérias que servem para condicionar o solo e agregar microbiologia benéfica na superfície das plantas.

Alguns suplementos servem para entregar componentes específicos como WS-Ca (water soluble calcium, cálcio solúvel em água), WS-K (water soluble photassium, potássio solúvel em água), WS-PA (water soluble phosphoric acid, ácido fosfórico solúvel em água) e WS-CaPo (water soluble calcium phosphate, fosfato de cálcio solúvel em água).

Sistema de cultivo orgânico para agricultura regenerativa

Juntando o poder dos microorganismos, o suporte das entradas/suplementos e as orientações da teoria do ciclo nutritivo KNF se apresenta como um sistema completo de cultivo orgânico direto.

Ele guia como o cultivador deve conduzir um cultivo orgânico do início ao fim. Muitas das técnicas utilizadas e das ideias por trás delas são familiares ou possuem paralelos com outros métodos, afinal são todas ideias a respeito da agricultura natural e orgânica. O mérito de Cho Han Kyu é organizar um sistema simples e barato para aplicar essas ideias de agricultura natural.

Finalizando

Espero que esse texto possa ter dado algumas informações iniciais mas sólidas sobre o tema e tenha ajudado a compreender KNF como um sistema, não somente um conjunto de receitas orgânicas. Uma distorção comum que vejo entre growers é transformar os fermentados KNF em uma linha de fertilizantes caseiros, utilizando da mesma lógica de fertilizantes comerciais para cultivo inerte. Criam diferentes produtos para diferentes nutrientes e montam uma tabela de nutrição para aplicação semanal dos fermentados. Embora seja possível obter algum benefício ao abusar dessa maneira dos fermentados essa aplicação desconectada do conceito não trás os benefícios do sistema e tão pouco é “cultivar com KNF”.

KNF é um sistema completo para cultivo orgânico direto que pode ser aplicado tanto em pequenas hortas como em grandes plantações. No método descrito no Guia de Cultivo Orgânico utilizo algumas ideias e entradas do KNF adaptadas para realidade do cultivo indoor de maconha. Como aplicar o sistema KNF em um cultivo de maconha e o desenvolvimento de algumas das receitas serão tema de futuros textos por aqui.

comments powered by Disqus
Diário de Cultivo

No Instagram diário de cultivo utilizando as técnicas descritas no Guia de Cultivo Orgânico.


@matinhocheiroso